terça-feira, 1 de abril de 2014

E Se Clarina fossem as protagonistas de Em Família?





Não desmerecendo a Julia Lemmertz e sua primeira protagonista, ela ia continuar sendo a Helena, mesmo porque não ia dar certo Giovanna Antonelli sendo a Helena por causa do nome do ship, ia dar muito ruim se ao invés de Clarina tivéssemos que as chamar de Helina, não ia ficar bonito e já me basta um monte de nome feio de ship que essa novela já tem. Enfim...
Clara é uma dona de casa, casada com Cadu, um marido que pensa que sonho (não o da padaria) enche barriga e paga a conta de luz. O casamento de 10 anos não é mais tão feliz assim, então em uma tentativa de sair da monotonia Clara e Cadu vão a uma exposição de mulher pelada e conhecem Marina que faz questão de virar logo “”””””””””””amiga”””””””””” da dona de casa. Ai acontece aquelas coisas tudo que já vimos porque não sou besta nem nada de mudar todas essas cenas lindas, fofas, minha vida todinha que vi até agora, só que a única diferença é que não ia ter aqueles picotes malditos que a edição anda dando, pois quem picotasse ia ser demitido e só ia conseguir emprego vendendo Nova Schin na praia..

Como Clara não ta sabendo lidar com seus sentimentos pela fotografa, ela vai conversar com sua irmã Helena, que é uma das maiores psicólogas do Rio de Janeiro, pois um núcleo de uma psicóloga é bem mais interessante do que de uma leiloeira que só fica gritando “quem da mais, quem da mais”. Quem da mais são as moças dos pontos dos drive-in, dos motéis e da Augusta, então né... Helena a aconselha a se divorciar e ir fundo porque ninguém merece ficar em um casamento infeliz (diferente da Helena do universo verdadeiro que só fica em cima do muro traindo o movimento Clarina), mas Clara sabe que ainda não pode fazer isso, porque Cadu tem um problema no coração e se chegar pedindo o divórcio é capaz do coração dele parar de vez e ele morrer e ela ficar viúva, livre, leve e solta para viver seu romance com a Marina, mas não desejamos a morte do Cadu por aqui, então a morte não é a saída. Só que Clara não sabe que Cadu ta apaixonado pela sua cardiologista, a doutora Silvia, mas como ele não quer magoar a Clara ele não manda a real para ela, o que é burrice, pois se ela ouvisse uma coisa dessas ela ia era sair dançando I will Survive no meio da casa de tanta felicidade.

Mas não é só a doença do Cadu que atrapalha o romance das duas não, existe também a Vanessa, ex-namorada da Marina que tem um recalque tão grande que se ela entra em algum lugar todos tem que sair, pois ela e o recalque não cabem em um mesmo ambiente fechado com outras pessoas. Com seu veneno, caras e bocas e histórias, cada vez que Clarina tão pra virar canon ela vem com uma intriga e faz as duas terem um afastamento radical de 24 horas. Faz com que Marina demita a Clara de seu coração. Pra terem ideia, Vanessa chega até dizer que por culpa da Clara, Marina desmaiou na festa lá da sua exposição, ficou pobre (pois Clara atrai pobreza, vide seu casamento com Cadu), foi empurrada da escada pela Nazaré, torcendo o pé em consequência do capote e óbvio que começou a amar pela primeira vez na vida, mas Vanessa foi logo cortada, porque a explicação para todas as desgraças da Marina tem uma explicação bem simples: SAPATÃO!

Em núcleos paralelos... Clara fica perguntando para todas as mulheres da família se elas já foram cantadas por mulheres ou se ficariam com alguma mulher. Juliana diz que não via problema nenhum em ficar com uma mulher, ainda mais se ela tivesse uma filha chamada Bia. Luiza diz que não vê problema nenhum também e que até assiste Orange is the new Black e shippa Vauseman. Chica não curtiu muito a pergunta e disse para a filha tomar tento na vida que ela só precisava encontrar um homem que nem o Ricardo para ela ser feliz.

Em núcleos paralelos 2... Juliana descobre que Marina é sua filha, mas que por algum motivo ela bloqueou isso da memória e é por isso que o pai da Marina não aparece nem em voz e a mãe nunca é citada. Por tanto Marina e Clara são primas, mas ninguém liga porque Helena pegava o Laerte, que morreu ainda quando era novo e Selma culpa a psicóloga pela morte até hoje, assim como Shriley que diz que Helena estragou sua felicidade e com muito humor e maldade ela tenta destruir a felicidade da Helena. Tudo isso inspirada na Regina a Evil Queen de Once Upon a Time.

Em núcleos paralelos 3... Verônica é uma paciente de Helena que diz que o piano é seu mozão porque ela não acredita mais no amor desde as surras de flauta que levou e também por que eu nunca na vida ia excluir Helena Ranaldi de alguma novela né.

Os outros núcleos, começando com o da Branca, ia excluir tudo porque não sou obrigada a ficar aguentando chatice.

30 comentários:

  1. "que o sonho (mas nao o da padaria) enche barriga" ri litrossssss

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. hahahahahahaha Feliz demais em ler isso *-*

      Excluir
    2. Bruna Cezario, acabei de descobrir o blog (3 years later) e só posso agradecer. Tenho estado meio triste e agora estou rindo demais. Sem saber, a leitura desse blog está me fazendo relaxar. Belo e divertido trabalho!

      Excluir
  3. Se Clarina fossem protagonistas a novela alcançava fácil uma media de 35 pontos em audiência, pra mais

    ResponderExcluir
  4. Adorei, você escreve muito bem!!!! ;) Morri de rir!!!!

    ResponderExcluir
  5. Ri muito cara principalmente a parte da Juliana se envolver com uma mulher tudo bem desde que tenha uma filha chamado Bia kkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dona Juliana melhor pessoa, com os melhores conselhos <3 <3 <3 hahahahahaha

      Excluir
  6. Adorei, ri muito deveriam existir mais pessoas como você Bruna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada *-* Mas isso não seria nada sem minhas parceiras de twitter que ajudaram nessa ideia <3

      Excluir
  7. Meu AMEI seu blog super bem humorada e com historias bem escritas vou por no meu favorito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada *-* Fazia tempo que tava com a ideia ai teve uma hora que não teve como não colocar em pratica.

      Excluir
  8. ''surras de flauta", explicação para as desgraças da Marina e Juliana se apaixonando por uma mulher que tem uma filha chaada Bia me fizeram chorar de rir! MUITO BOM! hahaha parabéns!

    ResponderExcluir
  9. hahahahahahaha Muito obrigada. Fico muito feliz que tenha gostado *-*

    ResponderExcluir
  10. Kkkkkkk adorei!! Parabéns pela criatividade,adorei a Juliana ser a mãe da Marina!!! Kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É cada uma que a gente inventa que você não tem noção hahahahaha Muito obrigada!

      Excluir
  11. AHAHAHAHAHA A explicação pras desgraças: Sapatão! Muito bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe explicação melhor que essa vida hahahahaha

      Excluir
  12. Muuuito bom! Ri demais! Parabéns viu, continue! *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada e pode deixar que vou continuar sim *-*

      Excluir
  13. jajajaja muy gracioso, me divertí mucho

    ResponderExcluir
  14. Meeu, eu to chorando de rir com todos os posts! Que coisa mais incrível e criativa!!

    ResponderExcluir
  15. Meeu, eu to chorando de rir com todos os posts! Que coisa mais incrível e criativa!!

    ResponderExcluir
  16. Muito bom! Parabéns, estou adorando os posts...

    ResponderExcluir
  17. "Os outros núcleos, começando com o da Branca, ia excluir tudo porque não sou obrigada a ficar aguentando chatice." - melhor definição.

    ResponderExcluir